Rio Grande do Sul registra 83 mortes devido às fortes chuvas

250
Foto: Reprodução/ Tribuna do Norte
Publicidade

O Rio Grande do Sul atingiu a marca de 83 mortes na manhã desta segunda-feira (6) em decorrência das intensas chuvas que assolaram a região ao longo da última semana. O número de óbitos pode aumentar ainda mais nos próximos dias, com 111 pessoas ainda desaparecidas e 276 feridos.

A situação é alarmante, com um total de 19.368 desabrigados, alojados em abrigos públicos, e 121.957 desalojados, que deixaram suas casas temporária ou definitivamente, buscando refúgio com parentes ou em outras localidades.

Das 497 cidades do estado, 345 foram afetadas pelas fortes chuvas, resultando na suspensão das aulas em 2.338 escolas da rede estadual, afetando quase 200 mil alunos.

Publicidade

O presidente Lula, em sua segunda visita ao estado em uma semana, prometeu a criação de um plano de prevenção de acidentes climáticos, buscando antecipar e mitigar desastres futuros.

A previsão é de que a temperatura caia ainda mais nesta semana, com a chegada de uma frente fria na quarta-feira. Mínimas de 10°C são esperadas em algumas regiões, o que pode agravar a situação das pessoas ainda desabrigadas ou em locais sem acesso a abrigo e alimentos.

Além disso, as chuvas que afetaram o Rio Grande do Sul também atingiram Santa Catarina e o Paraná, resultando em três mortes nessas regiões. A situação demanda ação urgente para garantir o socorro às vítimas e a reconstrução das áreas afetadas.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui