Enchentes devastadoras: Rio Guaíba alcança níveis críticos em Porto Alegre

170
Foto: Reprodução/TV Globo
Publicidade

A cidade de Porto Alegre enfrenta uma das piores crises de enchentes de sua história, com o Rio Guaíba atingindo níveis alarmantes devido aos temporais persistentes que assolam o Rio Grande do Sul desde o final de abril.

Medições realizadas às 5h15 desta segunda-feira indicam que o nível do Rio Guaíba estava em 5,26 metros, quase 2,30 metros acima da cota de inundação, que é de 3 metros. Esse aumento significativo nas águas do rio é um reflexo direto dos fortes temporais que castigam a região.

O recorde anterior de nível do Rio Guaíba, estabelecido em 1941, foi superado, atingindo 5,33 metros no domingo (5). Essa elevação sem precedentes tem consequências devastadoras para a população local. A Defesa Civil já confirmou a trágica perda de 83 vidas, com outras quatro ainda sob investigação. Além disso, 111 pessoas permanecem desaparecidas e 276 estão feridas.

Publicidade

A situação de desabrigo também é alarmante, com 141,3 mil pessoas fora de casa, sendo 19,3 mil em abrigos e 121,9 mil desalojadas, hospedadas nas residências de familiares e amigos. Os estragos afetaram 345 dos 496 municípios do estado, impactando diretamente a vida de aproximadamente 850 mil pessoas.

De acordo com especialistas, a previsão é que o nível do Rio Guaíba se mantenha acima do limite para inundação, em cerca de 4 metros, nos próximos dez dias. O professor Fernando Mainardi Fan, do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da UFRGS, prevê que as águas permaneçam acima dos 5 metros por pelo menos quatro dias.

O impacto nas infraestruturas da cidade também é evidente. A rodoviária de Porto Alegre ficou inundada, resultando no cancelamento de todas as viagens de chegada e saída da cidade. Além disso, o Aeroporto Salgado Filho foi fechado devido ao volume excepcionalmente alto de chuvas.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui