Número de passageiros que baixaram aplicativo que monitora ônibus em tempo real cresce

28
Ônibus em tempo real
Foto: Alex Rocha
Publicidade

Em um mês, mais de 100 mil passageiros já baixaram o aplicativo para smartphones que permite acompanhar em tempo real 100% da frota de ônibus de Porto Alegre.

O número representa um terço dos 360 mil passageiros que utilizam diariamente o sistema de transporte coletivo, o que demonstra a credibilidade da ferramenta.

Lançado pela Prefeitura de Porto Alegre em 14 de agosto, o aplicativo oferece horários e trajetos, quais linhas param no local desejado e características do veículo como acessibilidade ou ar-condicionado.

Publicidade

A tecnologia está disponível no aplicativo Tri Transporte Integrado de Porto Alegre e pode ser instalada gratuitamente para smartphones com os sistemas Android e iOS.

A obrigatoriedade do sistema foi regulamentada pelo decreto municipal 19.836 de 2017, assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e que estabelece prazos e critérios gerais no Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus. As normas são implementadas pela Associação dos Transportadores de Passageiros.

De acordo com o prefeito, o papel da máquina pública é qualificar o transporte coletivo utilizado pelos cidadãos, em especial para beneficiar a quem mais precisa. O sistema, segundo ele, traz “mais conforto, previsibilidade e condições para que os porto-alegrenses planejem melhor suas vidas”.

O secretário extraordinário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Tortoriello, destaca que a funcionalidade teve poucas reclamações. “As pessoas estão sabendo quando o ônibus chegará no ponto em tempo real. É uma ferramenta que trouxe credibilidade e confiança para o cidadão voltar a usufruir do transporte coletivo”, afirma.

Delay

O diretor executivo da Associação dos Transportadores de Passageiros, Gustavo Simionovschi, explica que algumas reclamações de lentidão podem estar ligadas à velocidade de conexão dos aparelhos dos passageiros.

Por uma questão de sombra ou característica do celular, eventualmente a conexão pode ficar lenta e o cidadão demorar para receber a informação”, finaliza.

A ferramenta pode ser baixada para os sistemas operacionais iOS e Android.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui