Transporte coletivo em Pelotas completa três anos em novo formato

O novo modelo de transporte coletivo em Pelotas, que renovou a frota e modernizou o sistema, completa três anos em funcionamento na quarta-feira, dia 31 de julho.

Neste período, o consórcio implementado pela Prefeitura de Pelotas vem facilitando a vida dos passageiros e coleciona números impressionantes: são 50 linhas, 222 veículos, 3.695 viagens por dia e mais de 2,45 milhões de passageiros no mês de junho.

A licitação, que criou o Consórcio do Transporte Coletivo de Pelotas, trouxe o Município para o centro das discussões. O Poder Público tem papel de órgão fiscalizador, avaliando todas as decisões que impactam mais de 100 mil passageiros diariamente.

Algumas das exigências no processo foram a instalação de Global Positioning System (GPS) em todos os ônibus e ao menos três câmeras por veículo, além da bilhetagem eletrônica compartilhada com a Secretaria de Transporte e Trânsito, buscando maior controle do serviço. Conforme Flávio Al Alam, responsável pela pasta, a licitação foi um dos maiores desafios para a administração.

“Havia questões em que nós não tínhamos o controle do sistema, porque eram várias empresas, cada uma com sua operação individualizada. Sem contrato e sem regras claras, dificultava a cobrança por parte da Prefeitura para a execução do serviço”, explicou o secretário.

Agora o município consegue acompanhar cada viagem e detectar as lotações, ver a real demanda de cada linha e os horários de pico das viagens. O uso de reforço também pode ser melhor empregado, tudo buscando facilitar a vida de quem depende do transporte público.

Ônibus em Pelotas
Foto: Igor Sobral
Mudanças no dia a dia

Hoje, a média de idade dos veículos é menor que cinco anos. Ao todo, são 12 seletivos e 210 ônibus à disposição, dos quais 187 possuem rampa de acesso para cadeirantes. Com isso, a acessibilidade nos veículos chega a 89%. Antes do Consórcio do Transporte Coletivo de Pelotas, a Secretaria de Transporte e Trânsito estima que o índice estava em apenas 30%.

Uma das grandes conquistas da licitação foi a integração tarifária, que possibilita aos passageiros andarem em dois trechos de deslocamento contínuos pagando somente uma passagem – desde que o intervalo entre o desconto pelo cartão no primeiro trajeto e a validação no segundo seja de até 60 minutos.

Ônibus Comil
Foto: Igor Sobral

Em junho, a média diária de passageiros de segunda a sexta-feira foi de 103 mil pessoas; o número passa a 54 mil aos sábados e 21 mil aos domingos. As linhas mais utilizadas são Areal, Guabiroba, Interbairros Esquerda, Navegantes, Gotuzzo e Pestano.

Linhas mais populares
Arte: Mariana Valente/Prefeitura de Pelotas
Tarifa

Mesmo com todas as melhorias, o município segue contando com uma das menores tarifas do Rio Grande do Sul, no valor de R$ 3,70 para ônibus e R$ 5,20 para seletivos. Pela primeira vez, o cálculo de reajuste passou a seguir uma fórmula base e ter data fixa para avaliação, sempre no mês de novembro. Atualmente, mais de 30% dos passageiros recebem alguma gratuidade.

O desconto para estudantes no transporte convencional é fixado em 40% do total da passagem: custa R$ 1,48, com direito à integração tarifária. A revisão da tarifa deve ser efetuada todos os anos e reflete no pagamento de funcionários, lubrificantes, pneus e diesel. O combustível é uma das variáveis de maior influência nos reajustes.

A tendência de queda no número de passageiros, registrada nacionalmente, também se reflete na cidade. Há um ano, o número de transportados estava na casa dos 2,84 milhões. Apesar disso, a Secretaria de Transporte e Trânsito trabalha para manter a passagem uma das mais baratas entre as grandes cidades do Estado do Rio Grande do Sul.

Tarifas Pelotas
Arte: Mariana Valente/Prefeitura de Pelotas

Neste sentido, alguns testes vêm sendo feitos. Aos domingos, por exemplo, ao invés de ônibus, as linhas do Fragata estão sendo atendidas com os seletivos, mas pelo valor de R$ 3,70. O Corujão foi outro itinerário adaptado, e algumas linhas de mesma região unidas, como Anglo e Balsa, também nos domingos.

Por outro lado, devido ao acompanhamento da bilhetagem eletrônica, algumas necessidades foram constatadas, nestes três anos. Assim, houve a criação de novas linhas: Rota do Sol, Arco-Íris e Jardim Querência.

Atualmente, sete modelos de cartões estão disponíveis para a população: Cidadão, Empresarial, Especial, Estudante, Sênior, Turista e Vale Transporte. Cada um possui usos e benefícios exclusivos, que podem ser conferidos no site do consórcio.

Tecnologia

Os passageiros dos coletivos têm à disposição o mais moderno aplicativo voltado ao transporte público. O CittaMobi foi lançado em Pelotas pouco depois do início do trabalho do consórcio regulador e, só no último mês, registrou 307.279 acessos.

A ferramenta capta a posição dos veículos a partir do Global Positioning System (GPS) de cada ônibus, por meio de um transmissor, que repassa as informações em tempo real tanto para os cidadãos, quanto para a Sala de Monitoramento, localizada na Secretaria de Transporte e Trânsito.

A atualização dos dados a cada dez segundos é possível porque o Consórcio do Transporte Coletivo de Pelotas realizou o mapeamento das paradas de ônibus da cidade e o cadastro das linhas.

Cittamobi Pelotas
Foto: Igor Sobral

A previsão de chegada ou saída do ônibus é calculada a partir dos dados georreferenciados que constam na base de armazenamento, como engarrafamento, posição do veículo, linhas cadastradas e outras variáveis que possam vir a influenciar no trajeto.

O CittaMobi conta ainda com o botão de emergência, conhecido popularmente como botão do pânico, que encaminha os pedidos de ajuda ou alertas para furtos, roubos e outras situações que acontecem nos coletivos para a central da Guarda Municipal, acusando a localização do chamado.

E tem possibilidade de recarregar os cartões Estudante e Cidadão direto pelo aplicativo, informando os números do CPF e cartão de crédito do titular; a compensação do valor pago em passagens é feita num prazo de até dois dias.

Fiscalização do serviço

A fiscalização quanto ao cumprimento de horários e rotas, além do acompanhamento do número de passageiros em cada viagem de cada linha – pelo controle do sistema de bilhetagem -, são feitos na Sala de Monitoramento da Secretaria de Transporte e Trânsito e analisados todos os dias. Os agentes de Trânsito também realizam o monitoramento direto nas paradas.

Os servidores recebem a localização dos veículos via Global Positioning System (GPS). O diferencial é que também armazenam as imagens das três câmeras instaladas nos coletivos, o que possibilita a checagem de demandas encaminhadas pela população, como atrasos, desvios e imprudência de motoristas.

Denúncias, dúvidas e sugestões quanto ao funcionamento do transporte coletivo podem ser encaminhadas a esses profissionais pelo telefone (53) 3227-5402, no ramal 28, e pelo e-mail transporte@pelotas.rs.gov.br.

Mobilidade Porto Alegre

A redação do Mobilidade Porto Alegre é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadeportoalegre.com.br

2 comentários em “Transporte coletivo em Pelotas completa três anos em novo formato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *