Tráfego sobre viaduto da ERS-040 em Viamão deve ser liberado antes do Natal

O tráfego sobre o viaduto da ERS-040, em Viamão, deverá ser liberado antes do Natal, conforme o previsto, quando o fluxo na rodovia se intensifica por conta da movimentação em direção ao litoral.

As obras, realizadas pela Empresa Gaúcha de Rodovias, junto ao entroncamento com a ERS-118, com o investimento de cerca de R$ 20 milhões, tem o objetivo de solucionar o ponto de conflito entre as duas rodovias.

Os movimentos de ida para a praia a partir de Porto Alegre e vice-versa se darão com fluxo livre por cima da estrutura – a ERS-040 possui pista simples, porém o viaduto está sendo construído já em pista dupla, prevendo futura duplicação da estrada.

A liberação de uma pista para cada sentido atende, portanto, a demanda de fluxo da via. Os demais serviços serão complementados após a liberação da passagem por cima da estrutura.

Períodos longos de chuva

Em outubro, 15 dias de chuva e em novembro, somente nos primeiros 11 dias, seis foram de chuva, somando 21 dias de chuva em um total de 40 – tiveram impacto na execução de alguns serviços, mas o principal – a liberação do trânsito sobre o viaduto deve ocorrer antes do Natal, quando o tráfego se intensifica.

As obras do viaduto estão prontas em sua estrutura e os principais serviços encontram-se nos acessos, onde há maior movimentação de terra, o que é prejudicado em dias de chuva.

A liberação do trânsito antes do período de fim de ano atende a determinação do governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e do secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, que têm acompanhado a execução dos trabalhos, devido à importância das obras para a Região Metropolitana.

Mobilidade Porto Alegre

A redação do Mobilidade Porto Alegre é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadeportoalegre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *