Total de faixas exclusivas para ônibus deve dobrar nos próximos seis meses em Porto Alegre

A Prefeitura de Porto Alegre vai mais do que dobrar o número de faixas exclusivas para o transporte coletivo em Porto Alegre. Nos próximos seis meses serão implantados 22 quilômetros em 16 trechos da capital gaúcha, aumento de 130% em relação aos 17 quilômetros existentes hoje.

A ampliação faz parte do Projeto de Priorização do Transporte Coletivo, apresentado na sexta-feira, dia 13 de setembro, pela Prefeitura de Porto Alegre e a Empresa Pública de Transporte e Circulação.

As medidas contribuem para a regularidade da operação e mais agilidade nas viagens, e também para a diminuição no tempo do deslocamento dos passageiros. Isso atrai novos passageiros, pois melhora a qualidade do serviço.

Além disso, com viagens mais rápidas, sem congestionamento, é possível economizar combustível, o que influencia na redução geral do preço da passagem.

Os locais foram escolhidos a partir de um trabalho de diagnóstico, desenvolvido pela Empresa Pública de Transporte e Circulação, que identifica os principais gargalos de transporte que devem ser solucionados para melhorar a circulação dos coletivos.

Locais que receberão faixas exclusivas:

– Avenida Independência
– Mostardeiro
– Goethe
– Rua da Conceição (dois sentidos)
– Avenida Mauá
– Avenida João Goulart
– Loureiro da Silva (sentido Túnel)
– Paulo Gama/Luiz Englert
– Avenida Siqueira Campos
– Avenida Ipiranga (Trecho II e III)
– Avenida Silva Só
– Avenida Azenha
– Avenida 24 de Outubro
– Avenida Plínio Brasil Milano

O prefeito Nelson Marchezan Júnior afirma que este é um marco importante para a cidade, que beneficia diretamente 370 mil pessoas que usam o transporte coletivo diariamente.

Nelson Marchezan Júnior
Foto: Joel Vargas/Prefeitura de Porto Alegre

Nelson Marchezan Júnior ressalta a necessidade da população entender as mudanças que estão sendo feitas para recuperar a viabilidade do transporte público. “É preciso valorizar o interesse coletivo para construirmos uma Porto Alegre melhor para todos”, diz.

Segundo o secretário extraordinário de Mobilidade Urbana de Porto Alegre, Rodrigo Mata Tortoriello, a medida resgata uma iniciativa de 1977, com a implantação dos corredores de ônibus, do qual a Capital gaúcha foi pioneira.

“São ideias que podem transformar a forma de locomoção da cidade. Agradeço ao prefeito por enfrentar os desafios que podem mudar a realidade do transporte coletivo”, destaca o secretário, ressaltando que a medida deve atrair mais passageiros.

O diretor-técnico da Empresa Pública de Transporte e Circulação, Marcelo Hansen, explicou que cada passageiro que usa as 154 linhas dos itinerários que vão receber a medida (41% do total das 373 linhas da capital gaúcha) terá um ganho médio de 25 minutos no deslocamento.

Varia de 5 minutos até 35 minutos, dependendo do trecho utilizado. Atualmente Porto Alegre conta com 17 quilômetros de faixas exclusivas.

O diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação, Fábio Berwanger Juliano, destaca que a qualidade de vida de uma população está ligada, também, à qualidade do transporte público. “Não é só uma obra, mas uma mudança de cultura. É uma missão priorizar o coletivo para quem mais precisa”, afirma ele.

A presidente da Associação dos Transportadores de Passageiros, Tula Vardaramatos, elogiou o trabalho realizado pela equipe da Empresa Pública de Transporte e Circulação e disse que o usuário será o maior beneficiado. “O transporte coletivo necessidade de uma via segregada. Teremos uma cidade mais humana e sustentável”, salienta.

O presidente executivo da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, Otávio Cunha, também elogiou a iniciativa. “A intervenção urbana para a implantação de faixas exclusivas de ônibus é barata e rápida, com enorme retorno para a sociedade”, destaca.

Presente no evento, o vereador Reginaldo Pujol lembrou da década de 70 quando participou do projeto dos corredores de ônibus e elogiou a coragem da administração Marchezan em enfrentar as mudanças necessárias.

Serviços

A Divisão de Conservação de Vias Urbanas tem atuado em diversas frentes para requalificação asfáltica de trechos que receberão as faixas exclusivas. Entre os locais que já receberam intervenções estão as avenidas Independência, Mostardeiro, Goethe, Mauá, Loureiro da Silva (sentido Túnel), Paulo Gama e Luiz Englert.

Também participaram do evento os vereadores Mauro Pinheiro; Valter Nagelnstein; secretário de Comunicação, Orestes de Andrade Júnior; diretor de operações da Empresa Pública de Transporte e Circulação, Paulo Roberto Ramires; diretora-presidente da Carris, Helen Machado; vice-presidente da Associação dos Transportadores de Passageiros, José Alberto Guerreiro, diretor executivo da Associação dos Transportadores de Passageiros, Gustavo Sminovschi; coordenador de Mobilidade Urbana do Programa Cidades do WRI Brasil, Guilhermo Pelzhold; diretor do Sindicato dos Rodoviários, Sérgio Edson Lopes; diretor da estação rodoviária de Porto Alegre, Giovani Luigi, entre outros convidados.

Mobilidade Porto Alegre

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @MobilidadePOA no Twitter.

Mobilidade Porto Alegre

A redação do Mobilidade Porto Alegre é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@grupopln.com.br

2 thoughts on “Total de faixas exclusivas para ônibus deve dobrar nos próximos seis meses em Porto Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.