Processo de primeiro emplacamento ou substituição de placa fica mais rápido

A partir da próxima segunda-feira, dia 21 de outubro, proprietários de veículos que necessitam fazer o primeiro emplacamento ou substituição de placa vão economizar tempo.

O Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul simplificou o processo e não será mais necessário voltar ao Centro de Registro de Veículos Automotores para colocar a placa, finalizando o processo de emplacamento na própria Estampadora de Placa de Identificação Veicular.

Até então, depois de ir ao Centro de Registro de Veículos Automotores fazer a vistoria, o proprietário deveria levar a autorização para fabricação da placa na Estampadora de Placa de Identificação Veicular e retornar ao Centro de Registro de Veículos Automotores para colocar a placa e inserir a informação no sistema e encerrar o processo.

Com a adoção da placa Mercosul, que não tem lacre, e o credenciamento das Estampadoras de Placas de Identificação Veicular pelo Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul, essa etapa se tornou desnecessária.

O proprietário deverá entregar as placas e lacres antigos para a Estampadora de Placa de Identificação Veicular, que as inutilizará, e certificar-se de que as novas placas sejam colocadas corretamente no veículo autorizado pelo Centro de Registro de Veículos Automotores.

A fixação da placa no veículo pode ser realizada por um terceiro, inclusive a própria Estampadora de Placa de Identificação Veicular.

Veja como fica o novo fluxo:

Estampadora de Placa de Identificação Veicular

Mobilidade Porto Alegre

A redação do Mobilidade Porto Alegre é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@grupopln.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.