Primeiro dia de bloqueio dos vales-transporte registra poucas ocorrências de bloqueios indevidos

O primeiro dia de bloqueio dos vales-transporte de trabalhadores com atividades não essenciais iniciou com poucos registros de bloqueios indevidos. A maioria deles foi em função da descrição do serviço da empresa que era diferente da atividade realizada. Situações pontuais já estão em processo de desbloqueio, que devem ser solucionados, em 24 horas e até 48 horas.

A Prefeitura de Porto Alegre reforçou que já está disponível a consulta para verificar a situação do cartão TRI no site do TRI. Em caso de bloqueio de atividade essencial, deve ser solicitado o desbloqueio pelos telefones (51) 3027-9959 da Associação dos Transportadores de Passageiros ou 118 da EPTC ou pelos e-mails bloqueiotripoa@eptc.prefpoa.com.br ou bloqueiovt@tripoa.com.br.

No momento da solicitação o passageiro deve ter em mãos o contracheque ou Carteira de Trabalho, para envio do CPF e CNPJ do empregador, para desbloquear. Os documentos estão sujeitos a consulta junto ao empregador.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação alertou para que as empresas regularizem os dados de seus funcionários na Central do TRI. Diversos cartões, mesmo após o desligamento do funcionário, troca de emprego, seguem vinculados aos CNPJ dessas empresas.

Houve uma atenção especial para esses casos, mas se alguém trabalhou em alguma das empresas da lista, pode ter o Vale-Transporte bloqueado. Se isso ocorrer, deve entrar em contato para o desbloqueio.

“Trabalhamos desde a semana passada para realizar esse bloqueio sem prejuízo aos usuários. Não estamos livres de erros, mas evitamos ao máximo dificultar o deslocamento na cidade para não sobrecarregar o sistema de saúde e, ao mesmo tempo, viabilizar para quem realmente precisa prestar esse tipo de trabalho, tão importante nesse momento para toda a população”, explica o secretário extraordinário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Tortoriello.

Ele também destacou o esforço das equipes da Empresa Pública de Transporte e Circulação e da Associação dos Transportadores de Passageiros, que trabalharam incansavelmente desde a semana passada, para o mínimo registro possível de problemas.

O bloqueio dos vales-transporte está previsto no Decreto 20.639 e integra o Desafio Porto Alegre de Isolamento Social. Pela projeção realizada pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus de Porto Alegre. A capital gaúcha precisa atingir um índice de 55% de isolamento para conseguir equalizar o volume de internações com leitos disponíveis para coronavírus.

Confira aqui dúvidas frequentes sobre o bloqueio para atividades não essenciais.

Mobilidade Porto Alegre

A redação do Mobilidade Porto Alegre é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadeportoalegre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.