Prefeitura de Porto Alegre fiscaliza operação dos ônibus com ar-condicionado

226
Publicidade

A Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana e da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), intensificou a fiscalização nas garagens e nos terminais em relação ao funcionamento do ar-condicionado nos ônibus.

Atualmente, Porto Alegre tem uma frota de 1.337 ônibus e, deste total, 51,61% possui sistema de refrigeração. Dos 690 ônibus que são equipados com ar-condicionado, cerca de 450 circulam com o equipamento ligado.

De acordo com a legislação, aqueles veículos que possuem refrigeração devem ligá-los a partir dos 24 graus. Em caso de não cumprimento da determinação, os usuários podem registrar reclamação via 118. O custo mensal do município para manter o ar-condicionado operando nos veículos é de R$ 826 mil.

Publicidade

“Nossas equipes estão conversando diariamente com os operadores e verificando in loco a situação. As empresas nos relataram que, à medida que estão ligando o equipamento, alguns têm apresentado falhas, devido ao longo tempo em que ficaram desligados”, pondera o secretário de Mobilidade Urbana, Adão de Castro Júnior.

“Aqueles ônibus que estão com o sistema de ar-condicionado em manutenção encontram dificuldades devido à falta de peças no mercado”, complementa o secretário. Com esse cenário, a partir de fevereiro, os veículos que não circularem com o ar-condicionado ligado serão multados.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui