Paralisação de ônibus prejudica passageiros em Campo Bom

Os ônibus já voltaram a circular na cidade de Campo Bom, na Região Metropolitana de Porto Alegre, após a operação ficar paralisada entre a manhã e parte da tarde desta terça-feira, dia 3 de dezembro.

A paralisação dos serviços se deu por conta dos trabalhadores reclamarem de atrasos nos pagamentos de uma das empresas do Consórcio Coletivo Campo Bom (CCB).

No período da manhã, um grupo de motoristas participou de uma reunião com o prefeito Luciano Orsi em que exporam as reinvindicações dos trabalhadores.

O advogado do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Campo Bom, Roger Bento, informou ao Jornal NH que há diversos valores em aberto, que precisam ser pagos para os trabalhadores, como Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), 13º salário, encargos sociais, férias, horas extras, entre outros.

Por outro lado o responsável pela empresa Stadtbus, Fabrício Oliveira Narcizo, afirmou que os pagamentos estão em dia e que a paralisação ocorreu por se tratar de um consórcio.

O gerente operacional da Viação Campo Bom, Altemir Nunes da Silva, disse que o 13º salário e as férias foram pagos aos trabalhadores na tarde desta segunda-feira, dia 2 de dezembro. “O restante está em dia, sendo depositado nas datas. O principal que eles estão pedindo é o reajuste salarial”, disse.

A Prefeitura de Campo Bom informou que o prefeito vai procurar o consórcio para que cumpra com os pagamentos da categoria. Nos próximos dias, o prefeito deve fazer o repasse de recursos mensais ao Consórcio Coletivo Campo Bom, quando pretende conversar com os representantes das empresas.

Eduardo Paulino

Paulistano, aquariano e prestativo. É apaixonado pelos temas marketing digital, mobilidade urbana, recursos humanos e empreendedorismo. É o criador dos sites Mobilidade SampaMobilidade Curitiba, Mobilidade RioMobilidade Floripa e Mobilidade Porto Alegre. Quer entrar em contato com o Eduardo? Escreva para contato@eduardopaulino.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.