Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) Atlântico segue em deslocamento ao Rio Grande do Sul

302
Foto: Divulgação/Marinha do Brasil
Publicidade

O Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) Atlântico, o maior navio de guerra da América Latina, segue em deslocamento para Rio Grande, no Rio Grande do Sul, para uma missão humanitária de ajuda à população do estado atingida por temporais. O objetivo é auxiliar no resgate às vítimas ilhadas e no transporte de suprimentos pelas vias alagadas. O navio deve atracar no porto da cidade até este sábado, dia 11.

Segundo a Marinha, a embarcação saiu da Base Naval do Rio de Janeiro na quarta-feira (8) e levou junto ao RS oito embarcações de médio e pequeno porte, além de duas estações móveis para tratamento de água capazes de produzir um total de 20 mil litros de água potável por hora.

Além da capacidade de produzir água potável, o navio possui um centro médico – o segundo maior da frota da Marinha, ficando atrás apenas do Navio Doca Multipropósito (NDM) Bahia, que foi usado para atender às vítimas das inundações históricas.

Publicidade

Segundo informações da Marinha, o navio opera normalmente com uma médica, uma dentista e seis enfermeiros, que atuam em consultas ambulatoriais, inspeções de saúde e na preparação dos militares para as longas missões.

Durante as viagens, a demanda por serviços médicos dobra e o navio recebe o reforço de outros três médicos, sendo um cirurgião geral, um anestesista e um clínico geral, além de um oficial farmacêutico e mais cinco enfermeiros, incluindo um técnico em patologia clínica.

Segundo nota da Marinha do Brasil ao Mobilidade Porto Alegre, o efetivo é de cerca de 2 mil militares.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui