Fórum Transporte Seguro divulga balanço de assaltos a ônibus de Porto Alegre

168
Publicidade

As forças de segurança e consórcios de ônibus se reuniram nesta semana com a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) para mais uma reunião do Fórum Transporte Seguro, para avaliar o balanço de assaltos registrados no transporte público de Porto Alegre. Após longo período com queda progressiva no número de ocorrências, o mês de julho apresentou uma situação atípica, com 13 registros, sendo oito somente na área central.

Em ação conjunta de inteligência e investigação, com apoio das imagens das câmeras de reconhecimento facial no interior dos ônibus, foi identificado um indivíduo suspeito de ser o responsável pelos furtos na região da avenida Farrapos. O cidadão foi facilmente identificado e, no momento em que tentava praticar novamente o delito, foi preso em flagrante e encaminhado para o Presídio Central, sem opção de ser liberado.

“Estamos preparados para agir em prol da segurança no transporte público. É importante que os passageiros façam o registro de atitudes suspeitas e das ocorrências através do telefone 190 da Brigada Militar, para que os órgãos competentes possam, juntos, coibir estas situações que colocam em risco o uso do transporte público. Nosso objetivo é zerar o número de assaltos registrados pelo usuário de ônibus e garantir a segurança na utilização do transporte coletivo”, afirma o coordenador de Fiscalização de Transporte da EPTC, Adailton Maia, um dos responsáveis pelo fórum.

Publicidade

O tenente-coronel Tales Américo Osório, do Comando de Policiamento da Capital – CPC, destacou a importância do compartilhamento da informação para o sucesso nas operações. “Este caso isolado teve êxito graças à agilidade e detalhamento das informações sobre o ‘modus operandi’ do suspeito, que nos garantiu uma abordagem certeira”, destaca Osório.

Em razão do Fórum, o transporte público de Porto Alegre tem sido utilizado como modelo em segurança de transporte por outras capitais, como Rio de Janeiro e São Paulo, onde os índices de assaltos permanecem em alta.

Dados

Desde de 2016, os números de assaltos ligados ao transporte público têm diminuído ano após ano. Em 2016, foram registrados 915 assaltos. Em 2017, esse número baixou para 612 e, em 2018, caiu para 400 ocorrências. Em 2019, foram 191 assaltos, depois 140 em 2020 e, em 2021, foram 61 ocorrências no ano inteiro. Em 2022, houve o registro de 40 assaltos, sendo que nos meses de novembro e dezembro não houve nenhum caso.

O Fórum Transporte Seguro é formado pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Brigada Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, empresas de ônibus e entidades ligadas ao transporte coletivo. Reúne-se mensalmente, visando a ações integradas para diminuir os números de registros.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui