Uber Planet chega a Porto Alegre para compensar a emissão de carbono durante viagens

Por meio da compra de créditos de carbono, serão apoiados projetos de preservação de áreas em risco da Floresta Amazônica

455
Motorista David
Foto de Jackson David por Unsplash
Publicidade

A Uber lançou na sexta-feira, 14 de janeiro de 2022, em Porto Alegre, o Uber Planet, o novo produto da plataforma que compensa a emissão de carbono (CO2) das viagens feitas com a nova modalidade.

A nova modalidade já funciona desde outubro de 2021 em Florianópolis, Natal, Maringá, São José dos Campos e Campos dos Goytacazes.

“Estamos sempre pensando em novas maneiras de reforçar o nosso compromisso com as cidades onde atuamos e, por isso, trouxemos o Uber Planet para o Brasil. Agora em Porto Alegre, os usuários da plataforma na cidade poderão se movimentar e, ao mesmo tempo, ajudar o meio ambiente. Essa nova modalidade permitirá que a Uber siga com o seu compromisso global de se tornar uma empresa cada vez mais sustentável ao mesmo tempo em que contribuímos com a construção de um ambiente mais saudável para todos nós”, explica Sílvia Penna, diretora-geral da Uber no Brasil.

Publicidade

Os créditos de carbono compensados serão direcionados para projetos de preservação de áreas em risco de degradação da Floresta Amazônica brasileira. Para isso, a Uber se uniu à Carbonext, empresa responsável por medir e compensar a pegada de carbono produzida pelas viagens na plataforma feitas através do Uber Planet.

Para Janaína Dallan, CEO da Carbonext e parte do time do quarteto brasileiro de especialistas da ONU para mudanças climáticas, a parceria vai estimular a conscientização sobre a preservação da Amazônia, assim como o desenvolvimento da bioeconomia local. “Para a Floresta, os créditos funcionam como uma alternativa economicamente viável à derrubada das árvores para plantio de soja, pecuária ou venda ilegal de madeira, preservando a biodiversidade deste bioma. A Carbonext devolve à floresta 70% da renda gerada pela comercialização dos créditos de carbono para defesa, benefício e desenvolvimento da população que mora lá”, explica Janaína. “Estamos muito felizes com este projeto com a Uber, que vai estimular a economia de baixo carbono e a conscientização dos clientes, que estarão contribuindo com o futuro sustentável do planeta”, diz ela.

O valor de uma viagem com o Planet será, em média, 5% maior do que uma viagem com o UberX. Ao final de cada mês os usuários receberão um relatório com a quantidade de CO2 compensado.

A nova modalidade se soma aos objetivos de Porto Alegre, anunciados em novembro de 2021, durante Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021, a COP26, quando o município se comprometeu a reduzir em 50% as emissões de gases de efeito estufa até 2030 e zerar as emissões até 2050, se juntando ao esforço mundial de limitar o aquecimento global a 1,5° Celsius do Acordo de Paris.

Uber Planet

Como funciona

A parceria beneficiará projetos em 1 milhão de hectares da Floresta, que geram cerca de 5 milhões de toneladas de créditos de carbono ao ano. Os créditos serão gerados a partir da manutenção das árvores da Amazônia de pé. Cabe lembrar que o desmatamento é a principal causa das emissões de CO2 e contribui diretamente para o aquecimento global e as mudanças climáticas.

Como fazer viagens com o Planet

Para usar o Uber Planet não é necessário baixar um novo aplicativo, basta abrir o aplicativo da Uber já instalado no celular (iOS e Android), digitar os locais de início e destino da viagem e escolher a opção Uber Planet. A nova modalidade oferece a mesma qualidade e padrão de segurança de todas as viagens feitas com a Uber.

Compromisso com a sustentabilidade

Em 2020, a Uber anunciou que se tornará uma plataforma com emissão zero de carbono até 2040. Nos Estados Unidos, Canadá e em cidades europeias, a meta é de que 100% das viagens aconteçam em veículos elétricos (EVs) até 2030. A empresa também está comprometida a alcançar emissões zero das operações corporativas até 2030, uma década à frente das metas do Acordo de Clima de Paris.

Sobre a Uber

A missão da Uber é criar oportunidade pelo movimento. A empresa iniciou suas operações em 2010 para resolver um problema simples: como conseguir um carro ao toque de um botão? Mais de 15 bilhões de viagens depois, criamos soluções para colocar as pessoas mais perto de onde elas querem estar. Ao mudar a maneira como as pessoas e as coisas se movem ou se conectam pelas cidades, a Uber é uma plataforma que abre o mundo para novas possibilidades.

Sobre a Carbonext

Criada a partir da paixão de sua fundadora pela Floresta Amazônica, a Carbonext desenvolve projetos REDD+ para frear e reverter o desmatamento na região e preservar aquele ecossistema através da geração de créditos de carbono. A companhia é comandada pela engenheira florestal Janaína Dallan, um dos quatro brasileiros no quadro de especialistas da ONU/UNFCCC no time de RIT para projetos de Mudanças Climáticas, e pioneira em sua área de atuação.

A Carbonext tem projetos em 1 milhão hectares da floresta, que geram cerca de 5 milhões de toneladas de créditos de carbono ao ano. A companhia também atua na comercialização direta desses créditos a empresas e pessoas interessadas em neutralizar suas emissões de gases que contribuem para o efeito estufa, devolvendo à floresta 70% da renda gerada, para defesa, benefício e desenvolvimento da população local, preservando a biodiversidade deste bioma.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui