Tarifa de ônibus em Santa Maria será reduzida a partir de sexta, dia 17

755
Santa Maria Ônibus
Foto: Matheus Etges
Publicidade

A partir de sexta-feira, 17 de junho de 2022, a tarifa de ônibus em Santa Maria será reduzida de R$ 4,85 para R$ 4,50, para os passageiros que pagam com cartão.

Leia abaixo na íntegra a nota da Prefeitura de Santa Maria sobre o reajuste:

“A tarifa do transporte coletivo em Santa Maria, para quem utiliza o Cartão Vale-Transporte e o Cartão Cidadão, será reduzida para R$ 4,50. Atualmente, o valor é R$ 4,85. A novidade entra em vigor a partir da meia-noite de sexta-feira (17) – nesta quinta-feira (16), o preço é R$ 4, em função de ser feriado. Para quem paga em dinheiro, o valor segue em R$ 5.

Publicidade

A redução no preço da passagem de ônibus foi viabilizada com dois projetos de lei enviados pela Prefeitura para a Câmara de Vereadores. Um deles solicita a abertura de crédito, e outro autoriza a concessão do subsídio para o Consórcio Sistema Integrado Municipal (SIM). Após aprovação do Legislativo, ambas as leis foram sancionadas pelo prefeito Jorge Pozzobom na manhã desta quarta-feira (15), em seu gabinete no Centro Administrativo Municipal, no Bairro Centro, durante encontro com vereadores e o representante do Consórcio SIM, Edmilson Gabardo.

‘Ainda estamos em um momento de muita dificuldade. A aprovação desse subsídio é uma demonstração de maturidade da Prefeitura e da Câmara de Vereadores em mais uma construção coletiva que beneficia a população. Depois da pandemia, temos uma nova realidade no transporte coletivo, que precisa ser enfrentada com responsabilidade’, afirmou, na ocasião, o prefeito Jorge Pozzobom.

É a primeira vez na história que Santa Maria vai subsidiar a tarifa do transporte coletivo. Conforme o cálculo mais recente da Secretaria de Mobilidade Urbana levado ao Conselho Municipal de Transportes, o custo técnico da passagem está em R$ 5,34. Portanto, a Prefeitura paga R$ 0,84 para os usuários, que não arcam com o valor total. A estimativa da Secretaria de Mobilidade Urbana é que a medida impacte ao menos em 78% dos passageiros – essa é a porcentagem de usuários que utilizaram cartões em maio. O subsídio total é de R$ 6,24 milhões. Os recursos são oriundos de superavit financeiro da Prefeitura relativo a 2021.

‘Os valores serão aportados mensalmente, conforme a quantidade de passageiros transportados e a necessidade de reequilíbrio financeiro do sistema. É um momento histórico. Estamos tirando o peso do trabalhador. Não é um dinheiro para as empresas, é para o trabalhador, enquanto encaminhamos outros avanços, como o processo licitatório, que é prioridade do governo’, explicou o secretário de Mobilidade Urbana, Orion Ponsi.

O objetivo do Poder Executivo é, ao mesmo tempo, aliviar o bolso do trabalhador e desonerar quem gera empregos e compra passagens para os funcionários. O secretário também informou que a Prefeitura já tem um levantamento feito para buscar a reposição de linhas suprimidas durante a pandemia e o acréscimo de outras. Esse relatório deverá passar pelo Conselho Municipal de Transportes e, posteriormente, será apresentado ao Consórcio SIM.

Também acompanharam a assinatura das leis os vereadores Valdir Oliveira, presidente da Câmara; Ricardo Blattes, presidente da Comissão Especial de Transporte Público Municipal; Lorena Santos; Adelar Vargas; Alexandre Vargas; Manoel Badke; Luci Duartes; Givago Ribeiro; e Admar Pozzobom; o procurador jurídico da Câmara, Lucas Saccol; o assessor superior de governo da Prefeitura, Leonardo Kortz; o procurador-geral do Município, Guilherme Cortez; e o secretário de Comunicação, Ramiro Guimarães.

‘Contamos com uma comissão trabalhando sobre o assunto e, também, acredito que o Poder Legislativo contribuiu com uma discussão madura sobre o transporte, pensando na coletividade’, comentou o presidente da Câmara, Valdir Oliveira.

GANHOS AOS TRABALHADORES

Gabardo garantiu que, com o subsídio, as empresas operadoras do transporte coletivo terão reajuste salarial de 10,52%. Com isso, segundo ele, a remuneração dos motoristas vai para R$ 3.152. Além disso, o representante do Consórcio SIM e empresário diz que os motoristas receberão R$ 375 por acúmulo de função (por conta dos ônibus sem cobrador) e R$ 280 de vale-alimentação.

PREÇO ESPECIAL

Aos domingos e feriados, a população de Santa Maria paga um valor ainda menor: R$ 4. Implementada em julho de 2021, a diferenciação é uma forma que a Prefeitura encontrou para incentivar a população a utilizar os ônibus e auxiliar na recuperação financeira do sistema, duramente afetado durante a pandemia.

Os idosos a partir de 65 anos têm gratuidade em qualquer horário desde abril. Já o transporte seletivo, os populares ‘azuizinhos’, tem tarifa a R$ 6,50.

MEIA PASSAGEM E PASSAGEM INTEGRADA

O valor da passagem para quem utiliza o Cartão de Estudante, o Cartão Operário e a passagem integrada – segundo ônibus no intervalo de uma hora – segue em R$ 2,50.

TARIFA DO TRANSPORTE COLETIVO

Para quem utiliza os cartões Vale-Transporte e Cartão Cidadão* – R$ 4,50
Para quem paga em dinheiro – R$ 5
Para quem utiliza os cartões Estudante e Operário e quem paga passagem integrada* – R$ 2,50
Aos domingos e feriados – R$ 4
Transporte seletivo – R$ 6,50
Idosos a partir de 65 anos – Gratuidade

* A recarga dos cartões pode ser feita via PIX. Saiba mais aqui.”

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui