Rodoviários e motoristas de aplicativos organizam protestos contra pacote de projetos do transporte coletivo

Após a Prefeitura de Porto Alegre apresentar as propostas polêmicas para reduzir o valor da tarifa de ônibus, o Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre demonstrou insatisfação com as propostas e decidiu organizar uma série de mobilizações na cidade.

O Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre se reuniu com a categoria de motoristas de aplicativos e definiram uma série de mobilizações nos próximos dias e prometeram “parar Porto Alegre” na quinta e sexta-feira, para impedir que os projetos encaminhados pela Prefeitura de Porto Alegre sejam votados na Câmara Municipal.

A categoria, que reúne 3,6 mil cobradores de ônibus, prometeu que os trabalhadores vão bloquear a saída de coletivos das garagens das empresas de ônibus de Porto Alegre e bloquear os corredores de ônibus.

O pacote com cinco projetos que alteram o transporte coletivo de Porto Alegre é classificado pela Prefeitura de Porto Alegre como uma necessidade de ação.

Elaborado desde maio de 2019, as medidas impactam diretamente no valor da tarifa de ônibus e visam dividir a conta do transporte coletivo com diversos agentes.

Para isso as propostas incluem:

1) Tarifar as corridas por aplicativo (o que pode fazer com que as corridas fiquem mais caras);
2) Tarifa de pedágio (de R$ 4,70) para veículos de fora pagarem pedágio em dias úteis para entrar em Porto Alegre;
3) Convencer empresas de Porto Alegre a trocar o vale-transporte por uma taxa que daria Passe Livre a todos os trabalhadores;
4) Reduzir gradualmente os cobradores de ônibus, diariamente, das 22h às 4h, em linhas com número reduzido de passageiros, em domingos e feriados e em dias de Passe Livre;
5) Término da taxa de gestão da Câmara de Compensação Tarifária.

“Após reunião com o pessoal dos aplicativos, fizemos a convocação da categoria. Quinta-feira provavelmente a cidade vai parar com a participação de movimentos e centrais sindicais”, afirmou o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre, Adair da Silva.

Adair da Silva garantiu que os rodoviários estarão unidos aos motoristas de aplicativos durante os protestos que devem tomar conta da cidade até sexta-feira. “Vai haver grande mobilização, pois o prefeito botou o pacote de projetos na calada da noite na Câmara, antecipando a votação”, justifica.

Eduardo Paulino

Paulistano, aquariano e prestativo. É apaixonado pelos temas marketing digital, mobilidade urbana, recursos humanos e empreendedorismo. É o criador dos sites Mobilidade SampaMobilidade Curitiba, Mobilidade RioMobilidade Floripa e Mobilidade Porto Alegre. Quer entrar em contato com o Eduardo? Escreva para eduardo@grupopln.com.br.

One thought on “Rodoviários e motoristas de aplicativos organizam protestos contra pacote de projetos do transporte coletivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.