Rio Grande lança novo sistema de transporte coletivo e apresenta quatro ônibus 0 km

No próximo mês, outros dois veículos e um seletivo serão incorporados à frota. Novo aplicativo, novas linhas e preços diferenciados também estão contemplados no plano anunciado pela Prefeitura

1534
Urbano Rio
Foto: Pedro Silva
Publicidade

Quatro ônibus 0 km passam a circular em Rio Grande a partir da próxima semana. Os veículos foram entregues nesta sexta-feira (16/09), durante ato que marcou o lançamento do novo sistema de transporte coletivo e da Semana Municipal de Trânsito. No próximo mês, outros dois ônibus e um seletivo – todos novos – também serão incorporados à frota.

Além da renovação gradual dos ônibus e seletivos, até o fim do ano os usuários também deverão ter acesso ao novo aplicativo para compra de passagens e acompanhamento das linhas.

O novo sistema de transporte coletivo prevê, ainda, a ampliação de horários, a reformulação de algumas rotas, a transferência da Integração Junção para a nova rodoviária, a substituição gradativa das paradas de ônibus e a sinalização de faixas exclusivas em horários de pico.

Publicidade

“Nós estamos botando a mão para resolver o problema do transporte coletivo em Rio Grande. O sistema que tínhamos não era financeiramente sustentável e não prestava um bom serviço. Algumas mudanças já ocorreram desde que a Noiva do Mar saiu e a nova empresa foi contratada emergencialmente. Mas a melhoria vai ser contínua, por isso estamos ouvindo a população e realizando estudos para evoluir ainda mais”, afirma o prefeito Fábio Branco.

Frota já cresceu 17%

Em maio, eram 70 ônibus rodando na cidade. Agora, são 81 veículos, o que significa um incremento de 17% na frota.

“A projeção é fechar 2022 com 92 ônibus e seletivos na frota, sendo quase 20% deles 0 km. Isso significa mais conforto para os usuários e menos custos de manutenção”, acrescenta o prefeito Fábio.

Número de viagens subiu 154% nos últimos meses

Com mais ônibus rodando, o número de viagens também cresceu nos últimos meses. Em abril, a média era de 393 por dia. Em agosto, foram 998 viagens por dia.

“Com a disponibilidade de horários mais que dobrando, o número de passageiros também subiu. Em abril, foram 337 mil pessoas transportadas. No mês passado, foram 810 mil. Esse é o princípio do reequilíbrio financeiro do sistema. Quanto mais gente usar, mais viável economicamente fica e mais rápido conseguiremos renovar a frota e o mobiliário urbano”, acrescenta o prefeito.

Falta de ônibus nas fábricas impede renovação mais rápida da frota

Segundo o secretário municipal de Mobilidade, Acessibilidade e Segurança, Anderson Castro, a empresa que opera o sistema não descarta comprar mais ônibus novos neste ano. O impeditivo, porém, é a falta de veículos nas fábricas.

“Tudo o que estava disponível no mercado foi comprado. O problema é que as fábricas não têm ônibus para vender. Além desses quatro veículos que estão sendo entregues hoje, outros sete chegarão até dezembro. A empresa que opera o sistema nos garantiu que, se encontrarem veículos disponíveis para compra, vão acelerar esse processo de renovação da frota”, pontua Anderson.

Redução de tarifas

Durante o evento, o prefeito Fábio Branco e o secretário Anderson Castro também anunciaram a redução de tarifas em quatro linhas.

Passageiros que utilizam o ônibus da Ilha da Torotama pagarão R$ 4,85. Já as linhas Circular Cassino, Mangueira e Circular Quinta (Palma, Povo Novo e Ilha dos Marinheiros) terão tarifa única de R$ 3.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui