Prefeitura de Porto Alegre autoriza startup de aluguel de bicicletas a oferecer serviço na capital

470
Foto de Lgh_9 por Pexels.com
Publicidade

Será lançado no sábado, 4 de junho de 2022, às 11h, na Orla do Guaíba, próximo à Usina do Gasômetro, o serviço de aluguel de bicicleta por meio do aplicativo Volta E-bike. A Prefeitura de Porto Alegre autorizou o funcionamento da startup sem estação fixa até dezembro em nove pontos da capital. O modelo será avaliado mediante a execução de uma prova de conceito.

“Porto Alegre quer assumir o compromisso de tornar-se a cidade mais atraente do país para a realização deste tipo de teste com soluções inovadoras. Estamos aperfeiçoando uma série de instrumentos para receber, agilizar e testar novas ideias que irão beneficiar o cidadão porto-alegrense”, destaca o secretário municipal de Inovação, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho.

Segundo o coordenador de Planejamento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SMMU), João Paulo Cardoso Joaquim, esse tipo de autorização está prevista em dois decretos municipais. “Foi possível autorizar que a startup ofereça esse serviço com base no decreto nº 20.358/2019, que regulamenta a utilização da infraestrutura de mobilidade urbana para exploração do serviço de compartilhamento de bicicletas elétricas sem estação física e também do decreto 19.701/2017, que institui os procedimentos para apresentação, análise e teste de soluções inovadoras para o município”, explica.

Publicidade

Sobre o serviço

A startup irá oferecer entre cinco e dez bikes elétricas, mediante aluguel por aplicativo em nove locais. O equipamento estará disponível aos sábados nos principais pontos turísticos de Porto Alegre como Orla do Guaíba, Praia do Iberê, Redenção, Parcão, Praça da Encol, Parque Germânia e Ipanema. Aos domingos, no trecho 3 da orla, próximo à pista de skate.

“Buscamos a prefeitura para ser parceira na Prova de Conceito (POC), implantando na cidade o conceito de living lab, ou seja, ao mesmo tempo que desenvolvemos o Volta E-Bike, a população terá o primeiro aplicativo de bicicletas elétricas compartilhadas e poderá contribuir no desenvolvimento da operação, que tem previsão de terminar em dezembro de 2022”, ressalta Marilin Moura Parode, sócia-fundadora da Startup.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui