Porto Alegre recebe aprovação do Governo Federal para projetos de mobilidade

128
Sebastião Virutal
Foto: Giulian Serafim/Prefeitura de Porto Alegre
Publicidade

Nesta sexta-feira, 28 de janeiro de 2022, o prefeito em exercício, Ricardo Gomes, recebeu, no Paço Municipal, o Secretário Nacional de Habitação, Alfredo Eduardo dos Santos e o Chefe de Gabinete do Ministério de Desenvolvimento Regional, Fernando Diniz, para tratar de projetos na área da mobilidade e habitação.

Na ocasião, os representantes do Governo Federal anunciaram a assinatura de portarias que aprovam as cartas consulta de Porto Alegre para a realização da pesquisa de origem e destino de mobilidade e para a expansão de 38 quilômetros da rede cicloviária, o que significa 58% de aumento na rede existente. Com isso, Porto Alegre irá receber cerca de R$ 10 milhões da união para investimento em projetos de mobilidade. Os recursos fazem parte do Programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana, que tem o objetivo de melhorar a qualidade dos deslocamentos da população nos ambientes urbanos.

Na área da habitação, foi comunicada a possibilidade da inclusão de Porto Alegre em dois dos três projetos piloto desenvolvidos pela união. “Foi uma reunião muito importante em que os representantes do governo federal nos sinalizaram com o envio de recursos para projetos fundamentais para a mobilidade. A pesquisa de origem destino, por exemplo, é um instrumento que irá nos auxiliar na reformulação do transporte coletivo”, destacou Ricardo Gomes.

Publicidade

O prefeito Sebastião Melo participou de parte da reunião de forma virtual, devido a compromissos que está cumprindo em São Paulo, também com o objetivo de qualificar a mobilidade. “O governo federal tem sido nosso parceiro em vários projetos fundamentais para mudarmos a vida da cidade. As notícias trazidas são muito importantes para seguirmos avançando”, afirma Sebastião Melo.

Pesquisa de origem e destino

É uma importante ferramenta para o planejamento da mobilidade urbana, pois fornece dados dos deslocamentos da população, apontando as origens e destinos, os motivos e os modos de transporte dessas viagens. Com os dados, será possível obter a real movimentação da cidade, atualizar o plano municipal de mobilidade e repensar a operação do sistema. A última pesquisa feita em Porto Alegre foi em 2003.

Além dos representantes do Governo Federal, participaram do encontro o senador Luiz Carlos Heinze, os vereadores Comandante Nádia e Cassiá Carpes, e os secretários de Habitação e Regularização Fundiária, André Machado, de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Cezar Schirmer, de Mobilidade Urbana, Matheus Ayres, adjuntos de Habitação e Regularização Fundiária, Simone Somensi e do Demhab, Nelson Beron.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui