Secretário de Mobilidade Urbana de Porto Alegre apresenta programa Mais Transporte para comissão da Câmara Municipal 

532
Ônibus Amarelo Porto
Foto: César Lopes/Prefeitura de Porto Alegre
Publicidade

O secretário de Mobilidade Urbana, Adão de Castro Júnior, apresentou o Mais Transporte em reunião virtual da Comissão de Urbanização, Transporte e Habitação (Cuthab) da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira, 3 de maio de 2022. Lançado no dia 20 de abril pela Prefeitura, o programa de reestruturação do transporte público é composto por ações de imediato, curto, médio e longo prazo e prevê uma mudança na metodologia no cálculo da tarifa.

Castro explicou que o principal foco do projeto é prestar um melhor atendimento para quem mais precisa do transporte. Para isso, além de manter a tarifa em R$ 4,80, haverá um incremento na oferta de ônibus neste mês.

“Estamos apostando na retomada do transporte coletivo e, por isso, prevemos um acréscimo no atendimento ao longo do mês de maio com a reativação de 19 linhas, entre as quais aquelas que atendem a cidade na madrugada”, destaca o secretário de mobilidade. Além das linhas, serão mais 109 ônibus, 2.163 viagens e mais de 52 mil quilômetros rodados diariamente, considerando dias úteis.

Publicidade

O titular da pasta explicou ainda que foi feita uma mudança no método de cálculo de déficit tarifário para custo por quilômetro rodado (CKM). A metodologia permite maior controle do sistema, além da ampliação e qualificação do atendimento com menor subsídio do poder público. “Nossa equipe está sendo cirúrgica, tanto no controle da quilometragem, quanto na análise diária da demanda de viagens para realizar as ampliações das tabelas horárias”, afirma.

A reunião foi coordenada pelo vereador Jessé Sangalli. Participaram representantes do Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu), Procuradoria-Geral do Município (PGM), Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Secretaria Estadual de Logística e Transportes, Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE), Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MPRS), Ministério Público de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (MPCRS), Ministério Público Federal (MPF), Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre (ATP) e Associação dos Transportadores de Passageiros por Lotação de Porto Alegre (ATL).

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui