Prolongamento de avenida junto ao ParkShopping estimula o desenvolvimento de Canoas

275
Park Canoas
Foto: Alisson Moura/Prefeitura de Canoas
Publicidade

Foi assinado nesta terça-feira (31/05), em uma audiência no Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), em Porto Alegre, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que permite o prolongamento da Avenida Monte Castelo, no entorno do Parkshopping. Uma área de 4,9 mil metros quadrados, com perfil viário de 30 metros e extensão de, aproximadamente, 165 metros, interligando a Avenida Sezefredo Azambuja Vieira.

De acordo com a Prefeitura, esta é uma obra importante que faz parte do processo de instalação de uma série de empreendimentos comerciais e residenciais no entorno do Parkshopping, como a loja Havan, o Atacadista Fort e um condomínio residencial da Melnick Even. No prazo de seis meses, os empresários apresentarão os projetos e o cronograma da execução da infraestrutura, além da terraplanagem e a base, entregando a superfície concluída para a execução da capa asfáltica, que será realizada pelo Executivo Municipal. O investimento das empresas será de 1 bilhão de reais com a geração de cerca 4,5 mil empregos.

O empresário Eltamar Salvadori, proprietário da área, comemorou o TAC e salientou que este é um momento ímpar. “Nós vinhamos atrasando o desenvolvimento da região que é fundamental não só para nós empreendedores como para os canoenses. O município sempre foi parceiro e esteve do nosso lado”, disse.

Publicidade

A secretária do Escritório de Projetos, Joceane Gasparetto, celebrou a vitória da Prefeitura. “Esta obra vai dar uma grande agilidade no trânsito da região que está crescendo muito. É uma área que vai gerar um grande desenvolvimento, renda e emprego para Canoas”, frisou.

Para o prefeito de Canoas em exercício, Nedy de Vargas Marques, a administração está mobilizada para atrair investimentos e fomentar o desenvolvimento da cidade. “O TAC que foi firmado hoje permite tirar do papel uma obra importante, que não só vai qualificar o sistema viário e a mobilidade urbana, como vai contribuir, de forma efetiva, para o desenvolvimento de toda a região e da cidade como um todo. Desde que assumimos o governo, este tem sido um dos pilares da nossa gestão: trabalhar pela retomada do desenvolvimento de Canoas”, destacou.

Além do prefeito em exercício, Nedy de Vargas Marques, também participaram da audiência, o procurador-geral do Município, César Palma, e técnicos da prefeitura. A reunião foi conduzida pela promotora de Justiça, Roberta Teixeira, que integra o Núcleo de Composição Ambiental (Nucam) do Ministério Público (MP).

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui