Novo Hamburgo recebe propostas para o transporte coletivo

547
Proposta Novo
Foto: Lu Freitas/PMNH
Publicidade

Duas empresas estão interessadas na prestação do serviço do transporte coletivo municipal em Novo Hamburgo. Uma importante etapa na licitação ocorreu na tarde desta terça-feira, dia 14 de fevereiro, na Diretoria de Compras e Licitações da Prefeitura, com a abertura do envelope 1, contendo a proposta do valor da tarifa de ônibus. Para a prefeita Fátima Daudt, o momento foi marcante. “Depois de idas e vindas com judicializações que atrasaram o processo, estamos conseguindo vencer esta fase. Queremos concluir este processo licitatório e consolidar as várias melhorias que pretendemos para o transporte público da cidade”, enfatizou Fátima.

As concorrentes são dos Estados do Paraná e de Santa Catarina. A empresa paranaense Auto Viação Antonina apresentou proposta de tarifa de ônibus de R$ 4,9107, enquanto a empresa catarinense Viação Santa Clara Ltda propôs R$ 5,0011. Os valores devem ser arredondados, respectivamente, para R$ 4,90 e R$ 5. As duas propostas ficaram bem abaixo do valor máximo de tarifa previsto no edital, que é de R$ 5,8652, e também bem abaixo da tarifa atual do transporte coletivo hamburguense, de R$ 5 (valor que está em R$ 4 desde dezembro, a partir de subsídios federais).

Vence a concorrência a empresa com a menor  tarifa, mas também é necessário conferir se todas as exigências do edital são atendidas. A planilha tarifária das empresas devem contemplar itens como idade média da frota, que deve estar em 8 anos, com máxima de 15 anos, a oferta de um total mínimo de 78 veículos, sendo 20 deles com ar-condicionado, além de acessibilidade em todos eles, inclusive em dez vans que vão operar como microônibus para atender áreas de baixa demanda.

Publicidade

As empresas ainda serão notificadas do parecer das propostas e terão cinco dias para contestar ou apresentar recursos se for o caso. Após esta análise, acontece a abertura do envelope 2, que contempla a documentação das empresas no que se refere a aspectos jurídicos e contábeis.

O contrato é de dez anos, podendo ser renovado por mais dez, se forem atingidas as metas definidas no edital. A previsão é que a vencedora assuma a prestação de serviços em até seis meses após a assinatura do contrato. Entre as mudanças previstas, ainda estão a implantação de linhas troncais para ligar bairros ao Centro, integração tarifária, linhas circulares nos bairros, ônibus com acessibilidade, películas de proteção solar, câmeras de segurança, sistema de avaliação e botão de pânico.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui