Mais de 15 mil fiscalizações são realizadas na Área Azul durante restrição de uso

Desde 7 de julho até 6 de agosto, quando estiveram em vigor as medidas mais rígidas para restringir a circulação de pessoas como prevenção ao novo coronavírus, a Empresa Pública de Transporte e Circulação realizou 15.585 fiscalizações em locais onde funciona o sistema de estacionamento compartilhado Área Azul.

Deste total, resultaram 6.692 autuações por uso indevido das vagas (o equivalente a 43%) e 60 automóveis foram recolhidos por descumprimento das normas. Outros 7.533 motoristas receberam orientações sobre as regras de restrição de uso da Área Azul.

A utilização das vagas estava autorizada apenas em locais próximos a hospitais ou serviços públicos de saúde. Conforme o artigo 181, inciso 27 do Código de Trânsito Brasileiro estacionar irregularmente em Área Azul acarreta multa de R$ 195,23, além de remoção do veículo e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação do motorista responsável.

A partir do Decreto Municipal 20.676, publicado na última sexta-feira, o estacionamento compartilhado foi liberado. Permanece proibido, no entanto, o uso de bolsões de estacionamento público (veja relação abaixo).

Bolsões de estacionamento público que seguem proibidos

– Sítio do Laçador
– Parque Germânia
– Mostardeiro
– Parque Marinha do Brasil
– Orla do Guaíba
– Areião da Avenida Augusto de Carvalho
– Avenida Edvaldo Pereira Paiva (rua lateral)
– Bolsão da Ospa
– Anfiteatro Pôr do Sol
– Largo Glênio Peres
– Largo Zumbi dos Palmares
– Avenida Setembrina com Rua Engenheiro Luiz Englert
– Cidade dos Contêineres (Rótula das Cuias)

Mobilidade Porto Alegre

A redação do Mobilidade Porto Alegre é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@grupopln.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.