Empresa Gaúcha de Rodovias investe em estudo e planejamento para reduzir atropelamentos de animais

A Empresa Gaúcha de Rodovias vem realizando as atividades do Programa de Proteção e Monitoramento da Fauna, por meio da execução do Plano Básico de Gestão Ambiental, como parte do processo de melhoria contínua das ações da empresa e do cumprimento de condicionantes das Licenças Ambientais de Operação.

O objetivo do trabalho é adotar medidas adequadas à redução da mortalidade de animais por atropelamento em toda a malha viária administrada pela Empresa Gaúcha de Rodovias, ou seja, em mais de 900 quilômetros.

O programa é estruturado em diagnóstico e planejamento, implantação de medidas mitigadoras e monitoramento da efetividade das ações tomadas.

Na etapa inicial, são indicadas áreas prioritárias para o acompanhamento de colisões com animais e para a adoção ou adequação de estratégias para diminuir esse impacto.

Atualmente, está sendo feita uma intensa coleta de informações, percorrendo-se toda a extensão da malha viária e em bases de dados disponíveis.

São verificadas nessas pesquisas as características das rodovias e da paisagem no entorno delas, assim como estruturas já instaladas – bueiros e pontes, por exemplo – que podem ser adequadas para a passagem segura da fauna, servindo como medida de mitigação de atropelamentos.

Esse estudo detalhado dá suporte à criação de mapas de predição de locais mais sujeitos ao risco de colisões com animais e à definição das estratégias mais adequadas para evitar o problema.

O investimento deste Programa tem sido na pesquisa qualificada como embasamento a decisões mais acertadas ao monitoramento de fauna não só nas rodovias existentes, mas que também possibilite o aumento da eficiência (maiores benefícios com custos semelhantes ou menores) e da efetividade (redução nos impactos) na implantação de novos empreendimentos.

Saiba mais sobre a execução do Plano Básico de Gestão Ambiental:

A Empresa Gaúcha de Rodovias, cumprindo as exigências ambientais para a operação de rodovias e praças de pedágio, contratou a Serviços Técnicos de Engenharia S.A. para a execução do Plano Básico de Gestão Ambiental e seus 15 Programas Ambientais.

O objetivo é reduzir os impactos negativos, potencializar os positivos e reparar possíveis danos decorrentes de uma época em que não havia legislação ambiental, quando foram implantados seus mais de 900 quilômetros de rodovias e 14 praças de pedágio.

Programas da Gestão Ambiental:

– Programa de Monitoramento, Gestão e Supervisão Ambiental
– Plano Ambiental de Construções (PAC)
– Projeto de Sinalização Ambiental e de Segurança
– Programa de Monitoramento e Estabilização de Encostas e Taludes
– Programa de Gerenciamento de Riscos Ambientais (PGRA)
– Programa de Recuperação de Áreas Degradadas e Passivos Ambientais (PRAD)
– Programa de Gerenciamento de Áreas de Preservação Permanente
– Programa de Monitoramento da Qualidade do Ar, Ruídos e Vibrações
– Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos
– Programa de Conservação da Faixa de Domínio e Manejo Florestal
– Programa de Proteção e Monitoramento de Fauna
– Programa de Prevenção de Acidentes
– Programa de Desapropriação e Relocação de Populações Afetadas
– Programa de Prevenção a Queimadas
– Programa de Educação Ambiental e Comunicação Social (PEACS)

Condições de tráfego

Para acompanhar as condições de tráfego em tempo real das rodovias administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias acesse o site oficial.

Mobilidade Porto Alegre

A redação do Mobilidade Porto Alegre é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Porto Alegre e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadeportoalegre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.