EGR apresenta balanço das ações no feriado de Ano Novo

588
pedágio campo bom
Praça de pedágio de Campo Bom na ERS-239 - Foto: Raphael Nunes/EGR
Publicidade

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), por meio da Gerência Operacional (Goper), divulgou o balanço das ações no feriado de Ano Novo nas rodovias estaduais administradas. Conforme o levantamento, 488,9 mil veículos passaram pelas dez praças de pedágio da EGR entre sexta (29/12) e terça-feira (02/01). O total é 4,4 mil menor em comparação com o feriado do ano passado e 10,6 mil abaixo da previsão inicial.

A rodovia com maior tráfego foi a ERS-040, uma das principais vias que liga a Região Metropolitana da Capital ao Litoral Norte, com 127,8 mil veículos se deslocando pelo pedágio em Viamão. Na ERS-239, estrada que liga a Região Metropolitana da c56apital, os vales do Paranhana, do Sinos e do Caí, o Litoral e a Serra, foram 80 mil usuários circulando pela praça de pedágio, em Campo Bom.

Outra rodovia bastante movimentada foi a ERS-474, entre a ERS-239 e a BR-290, interligando os vales do Paranhana, do Sinos e do Caí, Serra e Hortênsias ao Litoral Norte, com 65,9 mil veículos cruzando o pedágio em Santo Antônio da Patrulha.

Publicidade

Já nas rodovias pelas quais circulam turistas e visitantes em direção à Serra Gaúcha e região das Hortênsias, foram 32,6 mil veículos pela ERS-235, na praça de pedágio de Gramado, 28,5 mil veículos no pedágio de São Francisco de Paula e 47,5 mil na ERS-115, em Três Coroas. Na RSC-453, em Boa Vista do Sul, o fluxo foi 10% superior ao mesmo período registrado no ano passado.

No âmbito dos serviços de resgate e socorro médico 24 horas por meio das ambulâncias, a Transul Emergências Médicas prestou 34 socorros médicos. No mesmo período, houve 121 atendimentos realizados pelos guinchos. Entre as atividades de maior demanda, destaca-se o atendimento a veículos que apresentaram problemas mecânicos. Por meio dos canais de atendimento ao cliente da EGR, foram atendidas 835 ligações de usuários solicitando serviços e informações.

Para o diretor-presidente da EGR, Luís Fernando Vanacor, as medidas adotadas durante esse período foram fundamentais para receber o grande fluxo de veículos que transitaram pelas rodovias gaúchas. “Ações como o fortalecimento das equipes próprias e terceirizadas, juntamente com o reforço do grupo de trabalho, somada à expertise da EGR, foram essenciais para dar suporte e agilidade no atendimento aos condutores, facilitando a mobilidade dos usuários”.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui