Trânsito de Porto Alegre apresenta redução de 50% das mortes em março

122
Via de Porto Alegre
Foto: Anselmo Cunha/Prefeitura de Porto Alegre
Publicidade

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) divulgou os dados sobre a acidentalidade na capital gaúcha durante o mês de março. O número de mortes em razão de acidentes reduziu pela metade em relação a março de 2020, de oito para quatro.

No acumulado de janeiro até março, em comparação com o ano anterior, a queda foi de 39%, de 23 para 14 vidas perdidas neste ano, 79% delas são do sexo masculino.

O índice geral de acidentalidade diminuiu no mês de março, de 893 acidentes no ano anterior para 647 neste ano (27,55%). Já o número de acidentes com feridos também reduziu, de 362 para 258 ocorrências (28,73%).

Publicidade

No acumulado desde janeiro, motociclistas ou ocupantes de motocicletas representam a maioria das vítimas fatais, seis pessoas (42,86%), seguido de ocupantes e motoristas de automóveis, quatro pessoas, e pedestres, também quatro pessoas (28,57%). No mesmo período do ano passado, de 23 mortes ocorridas em acidentes, oito foram de motociclistas ou ocupantes.

“Estamos trabalhando diariamente na prevenção de acidentes com motociclistas. No cenário atual, mesmo com aumento do movimento de serviço de entrega, por se tratarem de profissionais, chefes de família, precisamos reduzir o número de acidentes envolvendo motocicleta, e a conscientização de todos é fundamental”, explica o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação, Paulo Ramires.

Paulo Ramires destaca que a Empresa Pública de Transporte e Circulação já entrou em contato com os representantes das empresas de entrega para avaliar ações em conjunto, mudar esse cenário e proteger os motociclistas. Espera contar com os representantes das empresas prestadores desse serviço para, em conjunto, mudar essa realidade.

Dos seis acidentes que resultaram na morte de cinco condutores de motocicleta e um ocupante, três dos condutores não tinham Carteira Nacional de Habilitação, ou seja 50%, percentual muito alto.

Operações para reduzir acidentes envolvendo motocicletas

De janeiro até essa quinta-feira, dia 8 de abril, a Empresa Pública de Transporte e Circulação realizou 31 vezes a Operação Duas Rodas, que resultaram em 2350 abordagens a motociclistas.

Deste total, 2078 foram autuados por algum tipo de irregularidade, 417 motocicletas foram apreendidas, 54 Carteiras Nacional de Habilitação recolhidas e 234 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) recolhidos.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui