Tarifa de ônibus em São Leopoldo sobe para R$ 4,60 neste domingo, dia 18

157
Ônibus São Leopoldo
Foto: Rafael Moreira/Prefeitura de São Leopoldo
Publicidade

A Prefeitura de São Leopoldo informou que a partir de domingo, dia 18 de julho de 2021, a tarifa do transporte coletivo municipal será reajustada para R$ 4,60.

Para que o aumento não fosse maior, a administração municipal diz ter feito uma série de ajustes como autorização para a ampliação da idade média dos ônibus de 8 para 10 anos, suspensão por três anos de repasses ao Poder Público e revisão de gratuidades.

Leia abaixo na íntegra o comunicado da Prefeitura sobre o reajuste.

Publicidade

“A Prefeitura Municipal de São Leopoldo, após discussões e busca de alternativas, chegou ao valor da tarifa de R$ 4,60. O novo valor entrará em vigor a partir deste domingo, 18 de julho, após dois anos sem aumento. O primeiro pedido de reajuste por parte do Consórcio Operacional Leopoldense (Coleo) de R$ 6,43, o que representaria um aumento de 49% do preço atual. Com as medidas, como ampliação de tempo da frota, criação de um programa de subsídio de passagens para desempregados e isenção da taxa anual, firmado através do acordo junto ao Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (CEJUSC), o reajuste da passagem de 6,9%, abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do período que foi de 11,74%. Hoje, o valor é de R$ 4,30.

A gestão municipal, que já havia se manifestado contraria ao valor proposto, estudou índices para que este impacto fosse menor do que o pedido pelo consórcio. ‘O primeiro estudo apresentado ao Conselho de Transporte e Trânsito, chegou ao valor máximo de R$ 4,75, mas conseguimos com diálogo chegar a este valor de R$ 4,60, para tanto estas medidas que estamos desenvolvendo visam garantir essa redução de valor. Há uma crise estrutural no transporte coletivo que demanda um aporte de recursos de outra ordem para que posamos aliviar essa crise’, afirmou o secretário de Mobilidade e Serviços Urbanos, Sandro Lima.

Entre as medidas apresentadas pela Prefeitura Municipal para amenizar o valor do reajuste da passagem, estão:

  • Autorização para a ampliação da idade média dos ônibus de 8 para 10 anos;
  • Isenção do repasse anual contratual do Coleo para a Prefeitura por três anos (2020, 2021 e 2022);
  • Elaboração de um programa de aquisição de passagens para trabalhadores desempregados como forma de auxílio na busca de oportunidades;
  • Revisão de algumas gratuidades e isenções a partir de critério de renda de 1,5 salário mínimo per capita, com exceção da população acima de 60 anos e demais isenções constitucionais;
  • Implantação por parte do Coleo de um aplicativo do transporte público, permitindo acompanhar horários e roteiros dos ônibus com mais segurança e comodidade;
  • Retomada por parte do Coleo dos postos de trabalho em 100% das vagas, dos atuais 213 trabalhadores atuais;
  • A busca junto ao Governo do Estado da redução ou isenção do ICMS sobre o combustível para o serviço de transporte público;
  • Seguir buscando junto ao governo federal apoio financeiro ao setor do transporte público para amenizar o impacto das isenções e gratuidades e demais desafios do setor.

Conforme a Secretaria Municipal de Mobilidade e Serviços Urbanos, o Coleo deverá retomar na próxima semana a grade normal nos horários de pico, pela manhã e ao final do dia com maior disponibilidade de viagens, bem como a partir de 2 de agosto a retomada da normalidade de horários em toda a grade. Bem como, deverão ser retomadas as ações de fiscalização do transporte coletivo.

O decreto com o novo valor entrará em vigor neste domingo, 18 de julho, e algumas das medidas e programas que fazem parte desse acordo, serão encaminhadas para apreciação do Poder Legislativo.

Mesmo com o reajuste o valor ainda ficará abaixo de outras cidades da região metropolitana como Canoas R$ 4,80, Porto Alegre R$ 4,80, Sapucaia do Sul R$ 4,70.”

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui