Sebastião Melo recebe diretoria da Carris e do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários

175
Melo Reunião
Prefeito Sebastião Melo em reunião com a diretoria da Carris e do Sindicato dos Rodoviários (Foto: César Lopes/Prefeitura de Porto Alegre)
Publicidade

Na manhã desta terça-feira, dia 6 de julho de 2021, o prefeito Sebastião Melo recebeu no Paço Municipal a diretoria da Carris e representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Porto Alegre (Stetpoa). A reunião foi solicitada pelo presidente da empresa, Maurício Cunha, para apresentar a dificuldade enfrentada no pagamento da folha dos funcionários. Sebastião Melo condicionou qualquer novo repasse a uma proposta de corte de custos pela empresa, a ser apresentada imediatamente.

Maurício Cunha expôs a dificuldade de caixa para honrar as despesas e relatou medidas que estão sendo adotadas desde o início do ano para reduzir custos. Foi apresentada uma necessidade de aporte no montante de R$ 6 milhões. “A cada mês, se não ocorre o aporte de R$ 6 milhões da prefeitura, não conseguimos saldar as despesas”, afirmou Cunha.

O secretário municipal da Fazenda, Rodrigo Fantinel, contextualizou as dificuldades nas finanças da prefeitura, especialmente diante das despesas para enfrentamento da pandemia neste primeiro semestre. Para a Carris, somente em 2021, até junho, a prefeitura já fez repasses que somam R$ 35 milhões.

Publicidade

Conforme Melo, a sociedade precisa discutir se é papel da prefeitura ter uma empresa de ônibus, que hoje fatura cerca de metade dos seus custos totais. “Como prefeito, eu tenho responsabilidade de governar para toda a cidade, atendendo a população nos serviços essenciais. Não repassaremos novos recursos antes da apresentação de uma proposta de contingenciamento, com corte de custos”, afirmou o prefeito.

Participaram do debate o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Porto Alegre, Sandro Abbade, os secretários municipais de Mobilidade Urbana, Luiz Fernando Zachia, de Governança Local e Coordenação Política, Cássio Trogildo, e o procurador-geral do Município, Roberto Rocha.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui