Sebastião Melo formaliza pedido de informações sobre a tarifa de ônibus

261
Ônibus Cidade de Porto Alegre
Foto: Divulgação/EPTC
Publicidade

Após análise técnica preliminar do processo de revisão da tarifa de ônibus, o prefeito Sebastião Melo formalizou nesta segunda-feira, dia 21 de junho de 2021, pedido de informações à Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e à Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) e outro ao Conselho Municipal de Transportes Urbanos de Porto Alegre (Comtu), ambos em regime de urgência, para retorno em até 48 horas.

Votado na última terça-feira, dia 15 de junho, o processo de reajuste da tarifa foi encaminhado pelo Conselho Municipal de Transportes Urbanos de Porto Alegre à Prefeitura de Porto Alegre no início da noite da sexta-feira, dia 18 de junho.

À Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, são questionados pontos sobre registros da ata do Conselho Municipal de Transportes Urbanos de Porto Alegre quanto à bilhetagem eletrônica, receitas extratarifárias, coleta de preços e frota. O ofício ao Conselho Municipal de Transportes Urbanos de Porto Alegre reúne perguntas sobre procedimentos adotados na sessão de 15 de junho.

Publicidade

Conforme Sebastião Melo, para a tomada de decisão sobre a tarifa é imprescindível esclarecer todos os aspectos do cálculo do valor da passagem. “Transparência é fundamental para definir esta etapa que impacta principalmente o bolso do trabalhador”, afirma Melo.

Tributação estadual

Nesta segunda-feira, o prefeito também formalizou ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul apelo pela revisão dos tributos estaduais que pesam sobre a tarifa do transporte coletivo. Conforme dados técnicos da Prefeitura de Porto Alegre, os tributos estaduais correspondem a R$ 0,30 no preço da tarifa, enquanto os tributos federais significam R$ 0,42.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui