Prefeitura de Canoas lança o projeto Mobilidade Zero Carbono

449
Canoas Mobilidade
Lideranças discutiram a mobilidade urbana e o desenvolvimento de Canoas (Foto: Alisson Moura/Prefeitura de Canoas)
Publicidade

“Juntos, trabalhando para um futuro melhor”. É com esse lema que a Prefeitura de Canoas vem apresentando seus projetos para a Canoas do futuro, na semana que marca o 82º aniversário da cidade. Entre eles, está uma iniciativa inovadora e contemporânea de mobilidade urbana, com novas tecnologias e alternativas para reduzir a emissão de carbono, como o aeromóvel.

A Conferência Municipal de Mobilidade e Desenvolvimento aconteceu na tarde desta segunda-feira, dia 21 de junho de 2021, no ParkShopping Canoas, com palestras e bate-papos com profissionais e engenheiros renomados da área de mobilidade urbana. O destaque do evento foi a assinatura, realizada pelo prefeito Jairo Jorge, do documento Cites Race to Zero, uma campanha global, em que Canoas se compromete com as metas de redução das emissões de carbono.

O prefeito Jairo Jorge ressalta o projeto Mobilidade Zero Carbono como um novo capítulo na história de Canoas. “Estamos aqui para celebrar o futuro. Instigando cada uma das lideranças que participam deste evento para pensar em iniciativas que tornem a nossa cidade mais sustentável, inclusiva e inteligente. São projetos como ciclovias, energia solar, manejo de resíduos sólidos e, sobretudo, alternativas no transporte público que vão reduzir a emissão de carbono”, destaca Jairo Jorge.

Publicidade

Em Canoas, a principal alternativa na mobilidade urbana é o aeromóvel, que deve ter 18 quilômetros, 19 veículos, 25 estações e vai transportar mais de 82 mil pessoas por dia. O objetivo da Prefeitura de Canoas, agora, é atrair parcerias privadas para o projeto. Um vagão está exposto no estacionamento do ParkShopping Canoas para visitação da população.

Exposição Aeromovel
Foto: Divulgação

A abertura também contou com a participação do chefe de gabinete do Ministério do Desenvolvimento Regional, Fernando Diniz, que ressaltou que Canoas está na mesma direção que a dos grandes países do mundo, que tem promovido o tripé: meio ambiente, social e governança. “Atualmente, a sustentabilidade está atrelada a investimentos. Então, quando Canoas realiza um evento que trata de sustentabilidade, com redução da emissão de carbono, está sinalizando para o mercado internacional que é uma cidade capaz de atrair investimentos”, salienta Diniz.

O evento também contou com a participação de representantes de entidades empresariais, secretários municipais e lideranças da cidade. A conferência ainda teve painéis ministrados pelo engenheiro de transportes e especialista em mobilidade urbana e ativa, Rodrigo Tortoriello; pela gerente de mobilidade urbana da WRI Brasil (World Resources Institute), Cristina Albuquerque; pela engenheira da Prefeitura de Canoas, Tânia Batistela; pelo engenheiro da Prefeitura de Canoas, Maurício da Rocha; pelo presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Ailton Brasiliense Pires; pelo secretário executivo do ICLEI, organização internacional que promove o desenvolvimento sustentável, Rodrigo Perpétuo; e pelo CEO da Aerom Sistemas de Transporte, Marcus Coester.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui