Prefeito Sebastião Melo assina projeto de lei para desestatização da Carris

402
Novos ônibus Carris
Foto: Divulgação/Prefeitura de Porto Alegre
Publicidade

Como parte das medidas para rever o atual modelo do transporte coletivo de Porto Alegre, o prefeito Sebastião Melo assinou na manhã desta terça-feira, dia 15 de junho de 2021, o projeto de lei que autoriza o Executivo a promover a desestatização da Companhia Carris Porto-Alegrense (Carris). A proposta será encaminhada à Câmara Municipal de Porto Alegre.

“Precisamos discutir com a Câmara Municipal e a sociedade a remodelação do transporte coletivo. O modelo atual faliu, e o cidadão não pode mais ser penalizado com um mau serviço que custa caro”, manifestou Melo. Conforme o prefeito, ainda nesta semana serão enviados novos projetos de lei de revisão das isenções tarifárias e também sobre o Programa de Extinção Gradativa da Função de Cobrador do Transporte Coletivo por Ônibus.

A crise do transporte coletivo tem impacto concreto sobre a operação da Carris. Antes da pandemia, a companhia já possuía custos superiores aos suportados pela tarifa. Em 2019, os cofres da Prefeitura de Porto Alegre aportaram R$ 16,6 milhões. No ano passado, o repasse foi de R$ 66 milhões.

Publicidade
Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui