Chuva causa pontos de alagamento em Porto Alegre nesta terça-feira, dia 30

A forte chuva em Porto Alegre desde a madrugada causava muitos pontos de alagamento em vias da cidade nesta terça-feira, dia 30 de junho de 2020.

De acordo com informações da Gaúcha e da Empresa Pública de Transporte e Circulação, ao menos sete pontos da cidade estavam com acúmulo de água no período da manhã:

– Avenida Sertório com a Avenida Carneiro da Fontoura;
– Avenida Farrapos;
– Rua Zeferino Dias;
– Avenida Bernardino Silveira Amorim;
– Avenida Bernardino Silveira Pastoriza;
– Avenida Francisco Silveira Bitencourt;
– Avenida Comendador Castro com a Avenida Tramandaí.

O Arroio Sarandi transbordou e causava bloqueios no cruzamento da Avenida Comendador Castro com a Avenida Tramandaí, os motoristas desviavam pela Avenida Cavalhada até a Rua Conselheiro Xavier da Costa e Avenida Arlindo Pasqualini até retornarem novamente para a Avenida Coronel Marcos.

“Devido à chuva as equipes de fiscalização de trânsito e manutenção elétrica da EPTC foram reforçadas desde a madrugada deslocadas para os pontos mais críticos e com mais risco de acidentes para monitorar a circulação, restaurar a sinalização e auxiliar os usuários”, informou a Empresa Pública de Transporte e Circulação, em seu perfil no Twitter.

Chuva Agentes EPTC
Foto: Brayan Martins/Prefeitura de Porto Alegre

A Prefeitura de Porto Alegre informou que registrou desde a madrugada desta terça-feira, entre 50 e 70 milímetros de chuva, sendo que a média do mês de junho é de 134 milímetros. A previsão de temporal segue até quarta-feira, dia 1º de julho.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação informou que registrou até às 8h30 desta terça-feira, dois pontos de alagamento com bloqueio total, 11 com bloqueio parcial de uma faixa, e dois locais com acúmulo de água, sem bloqueios. As equipes estavam trabalhando intensamente para conter os danos materiais.

Chuva Porto Alegre Terça
Foto: Divulgação/Defesa Civil/Twitter

Por volta das 11h, a Defesa Civil informou que ainda estava previsto chover 12 milímetros nas próximas horas.

Até por volta das 11h20, foram registradas 65 ocorrências devido às chuvas. 20 delas já haviam sido finalizadas e 45 estavam em atendimento pela Empresa Pública de Transporte e Circulação.

Por volta das 11h25, na Rua Zeferino Dias, no Sarandi, três carros não conseguiam cruzar próximo à Avenida Assis Brasil, por conta de alagamento. Os Bombeiros auxiliavam na retirada dos ocupantes.

Por volta das 12h, agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação sinalizavam um desvio na Avenida Ipiranga com a Rua Machado de Assis devido a acúmulo de água no local.

Por volta das 12h20, a Prefeitura de Porto Alegre informou que “todas as casas de bomba estão a pleno funcionamento, dentro das suas capacidades operacionais. O alto volume de chuvas causa pontos de acúmulo de água e alagamentos em locais que há décadas sofrem com a falta de investimentos em estrutura de drenagem”.

Por volta das 13h40, a Defesa Civil informou que “está seguindo os prognósticos dos institutos meteorológicos e o comunicado emitido pela Defesa Civil Estadual, alerta para ventos entre 70 e 100 km/h durante a tarde de hoje. Evite deslocamentos nesse período. Esse alerta tem duração de 24 horas”.

Por volta das 13h40, o cruzamento da Avenida Comendador Castro com a Avenida Tramandaí estava liberado para o trânsito, após alagamento.

Por volta das 14h15, a Empresa Pública de Transporte e Circulação informou que “desde o início da tempestade, na madrugada, foram registrados 3 pontos de alagamento com bloqueio total, 20 com bloqueios parciais de uma faixa, 10 locais com acúmulo de água sem bloqueios, além de 2 bloqueios parciais e 1 total devido à queda de vegetal na via”.

Por volta das 14h45, a água já tinha baixado um pouco na esquina da Avenida Sarandi com a Rua Zeferino Dias, na Zona Norte.

Por volta das 14h55, um trecho da Avenida Tramandaí seguia bloqueado por causa de alagamento.

Por volta das 15h20, estava chovendo forte na Zona Sul.

Por volta das 16h35, havia muita água acumulada no cruzamento da Avenida Sertório com a Rua Dona Sebastiana.

Por volta das 16h50, os motoristas estavam usando a calçada ou desistindo de passar pela Rua São Salvador, na direção da Avenida Sertório.

Um pouco antes das 18h, a Empresa Pública de Transporte e Circulação informou que desde o início da tempestade, na madrugada, foram registrados 11 pontos de alagamento com bloqueio total, 21 com bloqueios parciais de uma faixa, 11 locais com acúmulo de água sem bloqueios, além de 2 bloqueios parciais e 1 total devido à queda de vegetal na via.

Um pouco antes das 21h, o Eduardo Paganella informou que a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos se manifestou sobre o alagamento que aconteceu no cruzamento da Avenida Sertório com a Rua Dona Sebastiana. De acordo com a Prefeitura de Porto Alegre, além do volume incomum de chuva, um problema elétrico afetou a estação de bombeamento de águas no local.

Além de pontos de alagamento, a chuva causou quedas de árvores e desligamento de semáforos na cidade.

Trânsito em Porto Alegre

Siga acompanhando as informações do trânsito em Porto Alegre consultando o perfil da Empresa Pública de Transporte e Circulação no Twitter.

Eduardo Paulino

Paulistano, aquariano e prestativo. É apaixonado pelos temas marketing digital, mobilidade urbana, recursos humanos e empreendedorismo. É o criador dos sites Mobilidade SampaMobilidade Curitiba, Mobilidade RioMobilidade Floripa e Mobilidade Porto Alegre. Quer entrar em contato com o Eduardo? Escreva para contato@eduardopaulino.com.

2 comentários em “Chuva causa pontos de alagamento em Porto Alegre nesta terça-feira, dia 30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.