Aeroportos de Bagé, Pelotas e Uruguaiana são leiloados

414
Aeroporto de Pelotas
Aeroporto de Pelotas (Foto: Scheridon/CC BY-SA 4.0)
Publicidade

Nesta quarta-feira, dia 7 de abril de 2021, 22 aeroportos brasileiros foram concedidos à iniciativa privada por um período de 30 anos.

A 6º Rodada de Concessões de Aeroportos foi realizada pelo Governo Federal, através do Ministério da Infraestrutura e da Agência Nacional de Aviação Civil, na sede da B3, em São Paulo.

No Estado do Rio Grande do Sul, os aeroportos concedidos que fazem parte do Bloco Sul foram: Bagé, Pelotas e Uruguaiana.

Publicidade

Leilões dos aeroportos

Os 22 aeroportos concedidos foram concedidos em três blocos:

  • Bloco Sul: Formado por nove aeroportos, foi arrematado por R$ 2,1 bi, pela Companhia de Participações e Concessões (CPC) do Grupo CCR;
  • Bloco Central: Formado por seis aeroportos, foi arrematado por R$ 754 milhões, pela Companhia de Participações e Concessões (CPC) do Grupo CCR;
  • Bloco Norte: Formado por sete aeroportos, foi arrematado por R$ 420 milhões, pela Vinci Airports.

Bloco Sul

Bloco Central

  • Goiânia
  • São Luís
  • Teresina
  • Palmas
  • Petrolina
  • Imperatriz

Bloco Norte

  • Manaus
  • Porto Velho
  • Rio Branco
  • Cruzeiro do Sul
  • Tabatinga
  • Tefé
  • Boa Vista

Os vencedores dos leilões deverão fazer investimentos durante os 30 anos de concessão:

  • Bloco Sul: da ordem de R$ 2,8 bi
  • Bloco Central: da ordem de R$ 1,8 bi
  • Bloco Norte: da ordem de R$ 1,4 bi

“Nos 36 meses contados a partir da data de eficácia do contrato (Fase I-B), todos os 22 aeroportos concedidos da 6ª rodada deverão realizar os investimentos necessários na infraestrutura atual para a prestação do serviço adequado aos usuários. Além de investimentos específicos definidos conforme as características de cada aeroporto, as novas concessões terão que adequar sua capacidade de processamento de passageiros, bagagens e estacionamento de veículos; observar especificações mínimas da infraestrutura aeroportuária e indicadores de qualidade de serviço”, informou a Agência Nacional de Aviação Civil.

No dia 14 de abril haverá a entrega dos documentos de habilitação dos vencedores. Já a assinatura dos contratos de concessão deverá ocorrer após a homologação do resultado e dos prazos de recurso, provavelmente até julho.

Investimentos nos aeroportos de Bagé, Pelotas e Uruguaiana

A Gaúcha apurou que os terminais de Bagé, Pelotas e Uruguaiana receberão investimentos de R$ 206 milhões nos próximos anos.

As prefeituras municipais das três cidades disseram à Gaúcha que as concessões devem resultar em melhorias estruturais e incentivar a ampliação de rotas para as cidades.

Bagé

“Com a concessão, a expectativa é de maior fluxo no aeroporto de Bagé. Não há necessidade de grandes intervenções porque a infraestrutura é muito boa. A região da Campanha tem a cultura de voar”, disse o prefeito de Bagé, Divaldo Lara.

Pelotas

“Estamos otimistas. O vencedor terá maior capacidade de investimentos em melhorias no aeroporto. A concessão pode trazer desenvolvimento econômico”, disse o Secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Pelotas, Gilmar Bazanella.

Uruguaiana

“A iniciativa é extremamente importante para a sequência do projeto de desenvolvimento. A qualificação da estrutura do aeroporto é essencial para oferecer bons serviços aos turistas, uma das nossas prioridades”, comentou o prefeito de Uruguaiana, Ronnie Mello.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui